O défice de participação da sociedade civil portuguesa é o primeiro responsável pelo "estado da nação". A política, economia e cultura oficiais são essencialmente caracterizadas pelos estigmas de uma classe restrita e pouco representativa das reais motivações, interesses e carências da sociedade real, e assim continuarão enquanto a sociedade civil, por omissão, o permitir. Este "sítio" pretendendo estimular a participação da sociedade civil, embora restrito no tema "Armação de Pêra", tem uma abrangência e vocação nacionais, pelo que constitui, pela sua própria natureza, uma visita aos males gerais que determinaram e determinam o nosso destino comum.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

As soluções inteligentes são inumeras vezes as mais baratas! O Amor às funções é muitas vezes, uma delas.

video


As limitações orçamentais não limitam necessariamente as soluções inteligentes!

São unidades de espécies diferentes! A ausência do conhecimento profundo das realidades que se administram, o comodismo da gestão burocrática de gabinete, a falta de consciência da natureza das funções públicas que se exercem e de cultura democrática, acompanhadas da prosápia, são inimigos figadáis da inovação e da criatividade e, pior que tudo, da proactividade.

As limitações orçamentais, muitas vezes, não passam de boas oportunidades para a manutenção do "dolce fare niente"! Para o "tudo como d'antes no quartel de Abrantes"!

Muitos dos problemas que temos apontado a dedo, os quais brotam como cogumelos em Armação de Pêra, não resultam de dificuldades orçamentais!

Todos eles se resolveriam com proactividade, consciência da natureza das funções públicas que se exercem, alguma criatividade e, ou, inovação e sobretudo entrega e profissionalismo.

É claro que amar Armação de Pêra, ajudaria muito!

1 comentário:

Anónimo disse...

figadáis: isto é? o burro do meu dicionário não sabe. A internet também não.

Armação de Pêra em Revista

Visite as Grutas

Visite as Grutas
Património Natural

Algarve