O défice de participação da sociedade civil portuguesa é o primeiro responsável pelo "estado da nação". A política, economia e cultura oficiais são essencialmente caracterizadas pelos estigmas de uma classe restrita e pouco representativa das reais motivações, interesses e carências da sociedade real, e assim continuarão enquanto a sociedade civil, por omissão, o permitir. Este "sítio" pretendendo estimular a participação da sociedade civil, embora restrito no tema "Armação de Pêra", tem uma abrangência e vocação nacionais, pelo que constitui, pela sua própria natureza, uma visita aos males gerais que determinaram e determinam o nosso destino comum.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Câmara de Silves: A falta de dinheiro vai deixar de ser problema, orçamento aprovado na próxima semana…

Isabel Soares não vende, o casino, a Sé, nem o Castelo, aos Árabes.

Assim calou a oposição. E nos Paços do Concelho funciona noite e dia…

2 comentários:

Anónimo disse...

Isabel Soares gastou à tripa forra e faliu a câmara.

Menino Tonecas disse...

Eu já pedi aos meus papás para ir a Armação de Pêra ver a Mandona aos saltos, no carnaval.

Eu gosto muito da Mandona. Ela canta, dá pulos e faz piruetas muito bonitas.

E tráz também com ela o seu séquito muito engraçado com gajas pouco vestidas e tudo.

Eu gosto muito da Mandona.

Eu quero ir a A. de Pêra ver a Mandona!

Armação de Pêra em Revista

Visite as Grutas

Visite as Grutas
Património Natural

Algarve