O défice de participação da sociedade civil portuguesa é o primeiro responsável pelo "estado da nação". A política, economia e cultura oficiais são essencialmente caracterizadas pelos estigmas de uma classe restrita e pouco representativa das reais motivações, interesses e carências da sociedade real, e assim continuarão enquanto a sociedade civil, por omissão, o permitir. Este "sítio" pretendendo estimular a participação da sociedade civil, embora restrito no tema "Armação de Pêra", tem uma abrangência e vocação nacionais, pelo que constitui, pela sua própria natureza, uma visita aos males gerais que determinaram e determinam o nosso destino comum.

domingo, 15 de setembro de 2013

Na minha panela não entra qualquer colher...

UM MOMENTO DE ALTO SIGNIFICADO CULTURAL

Para desanuviar dos comentários fora de contexto...



11 comentários:

Anónimo disse...

O Ricardo vai ter maioria absoluta.
Vai ser uma vitória inesquecível.


Gavide disse...

Se fosse mais uma cunha do paizinho, era favas contadas!!!é assim que tem singrado...à sombra do tachista-mor.Como tem que desmonstrar que é capaz, vai ser difícil...para os Pintos, Armação de Pêra é um negócio!!! as pessoas são o "tapete" que os transporta na voragem dos tachos e do dinheiro!!!

Vitória disse...

Acho indecente os constantes comentários de gente 'anónima' que devia de estar calada. Porque gostaria de ver o 'trabalho' feito em Armação de Pêra por vocês todos que colocam aqui injurias de pessoas que nem sequer conhecem, nem procuram saber.

Anónimo disse...

Calúnias

Achava era interessante que para além de se fazerem de vítimas essas pessoas que vendem a nossa terra e que denunciam pescadores tivessem vergonha na cara!
É que para além de estarem sempre no insulto gratuito, sim porque a realidade é que quem não está com os meninos de coro é burro e não gosta de Armação...
A Junta de freguesia nada fez estes últimos 4 anos, essa é uma verdade indiscutível.
A Junta nem se nota que lá está!

Anónimo disse...

O resultado destas eleições vão ser uma surpresa para muitos que cataram vitória antes do tempo.

Para aqueles que julgavam que estas eleições eram favas contadas, começaram a perceber que a vitória está muito longe.

Vitória não é ter mais câmaras mas sim mais votos, como mudam as opiniões coisas.

O Tó Seguro, percebeu que Silves estava perdido, meia dúzia de pessoas esperavam o presidente do partido e assim a mobilização do Serpa.

Xico Coelho disse...

Oh anedota!!! o presidente do partido -PS- é o Almeida Santos. Que eu saiba não esteve em Silves!!
Quem julgava que eram favas contadas eram: o Rogério Kamov e protegido rebento: Ricardo; o dono da praia: Cabral; o adjunto de propaganda: o proxeneta Pina ---tudo gente de Armação de Pêra!!!
Até a areia da praia eles são capazes de a vender!! Vão ter uma agradável surpresa dia 29 !!!

LOL disse...

Xico Coelho AKA Corre Costas AKA Fala barato do Luís Ricardo. O Sr. não tem vida, pois não? lol

Luísa Ferreira disse...

Vivemos num tempo de mudança que nos surpreende, revolta e assusta. Parece que tudo se conjuga para desmoronar pelo que lutámos, construímos e em que acreditámos!

Ainda mais preocupante é, quanto mais nos damos conta de quão difícil é “encontrar o caminho” e que segui-lo já não depende só de nós, nem do nosso país ou mesmo da União Europeia.

Mas uma coisa nós sabemos! Essa é a verdade imutável: é que tudo o que possa ser feito, a nível económico, social ou politico, só tem sentido se tiver como principal e único objetivo a dignidade e valorização humana. Só pode ser este o “nosso lema”.

Sabemos também que é a partir de cada pessoa, de grupos de pessoas, de territórios e de países que a transformação se poderá realizar e o mundo se poderá reencontrar, onde a ética e os verdadeiros valores poderão levar à supremacia do ser humano, sobre todos os “mesquinhos interesses” que sempre existirão sejam eles do domínio económico, politico ou simplesmente do poder…

Não é uma construção de curto prazo, mas é imperativo que se comece de imediato aqui e agora sob pena dos estragos conduzirem a males irremediáveis para nós e todos os que nos seguirão…

É disto que se trata: temos que ser cada um de nós e todos em conjunto que na nossa freguesia iniciemos um novo ciclo, de verdadeira cidadania, participando, colaborando com ideias e ações, num contexto onde o respeito, a verdade, a transparência, a integridade, a solidariedade, a tenacidade e a satisfação de partilha estarão sempre presentes e nos conduzirão a uma Armação de Pera “valorizada e reconhecida”.

Para partilhar e conduzir o caminho apontado, terá de ser por nós escolhido quem melhor se apresente com qualidades e capacidades de Ser e Agir em conformidade com os valores e objetivos referidos.

É precisamente esse o motivo porque apoio o Paulo Vieira na sua candidatura à presidência da Junta de Freguesia de Armação de Pera, pois acredito que ele honrará o compromisso assumido com os cidadãos da nossa terra, porque é um homem de valores e palavra e que nada, nem ninguém daí o farão desviar, e tem Armação no coração.

Anónimo disse...

Ao Sr. Xico Coelho só um pequeno esclarecimento:

O presidente, ou melhor, a Presidente do Partido Socialista é Maria de Belém Roseira,desde 2011.

Sr. Xico anda desactualizado...

Pedro Henrriques disse...

Estes comentários a ofender as pessoas, é de facto elucidativo da gente baixa e mesquinha que anda na politica. tem o cunho do supra-sumo Serpa e dos seus lacaios! nós sabemos quem são! não há projeto, não há propostas, não há seriedade!

Vinha disse...

O Serpa tem uma campanha muito feia... não irei votar nele, e também no Rogério não votarei! Era o que faltava estar agora a votar nos PS od socrátes, que agora parece o salvador da pátria, e nos PSD, do Passos Coelho e do Vitor Gaspar e do Cavaco! espero que o povo não tenha memória curta, porque o nosso país, e o nosso concelho, definham, por causa das pessoas que andam nesses partidos para viverem à custa do nossos impostos! Isto precisa é de mudança, mas não em mais do mesmo!

Armação de Pêra em Revista

Visite as Grutas

Visite as Grutas
Património Natural

Algarve