O défice de participação da sociedade civil portuguesa é o primeiro responsável pelo "estado da nação". A política, economia e cultura oficiais são essencialmente caracterizadas pelos estigmas de uma classe restrita e pouco representativa das reais motivações, interesses e carências da sociedade real, e assim continuarão enquanto a sociedade civil, por omissão, o permitir. Este "sítio" pretendendo estimular a participação da sociedade civil, embora restrito no tema "Armação de Pêra", tem uma abrangência e vocação nacionais, pelo que constitui, pela sua própria natureza, uma visita aos males gerais que determinaram e determinam o nosso destino comum.

sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Use máscara...

Uso máscara na rua sim e não sinto que me estão a tirar a Liberdade, eu entendo o porquê. Desculpem, mas é preciso entender porque hoje, 27 de outubro de 2020, eu decido continuar a usar máscara. A sério, eu não entendo a revolta sobre a obrigação de usar uma máscara... Cada um tem a sua opinião, esta é a minha: - Usa cinto no carro? - De mota usa capacete? - De barco usa o colete salva-vidas? - Nos restaurantes ainda não se fuma? - Aperta o cinto de avião? Tudo isto é obrigatório! Mas só a máscara é uma ditadura!?!?!?!? Quando eu uso uma máscara, quero que saiba que: - Eu sou educado o suficiente para saber que posso ser assintomático e passar o vírus. - Não, eu não vivo com medo do vírus, só quero fazer parte da solução e não do problema. - Não me sinto como se "o governo me estivesse a controlar". Sinto-me como um adulto que contribui para a segurança da nossa sociedade e quero ensinar da mesma forma aos outros. - Se todos pudéssemos viver com um pouco mais de atenção aos outros, o mundo seria um lugar melhor. - Usar uma máscara não me torna fraco, assustado, parvo nem "controlado". Isso torna-me atencioso com a situação e também para com os outros! - Quando pensa na sua aparência, no seu desconforto ou na opinião que os outros têm de si, imagine que há um vizinho - filho, pai, mãe, avô, tia, tio ou um amigo que está com respiração assistida instalada, entubado nos C.I.. A morrer, completamente sozinho, sem que nenhum membro da família se aproxime da cama. - Pergunte-se, se poderia tê-los ajudado pelo menos um pouco, talvez com uma máscara.

sexta-feira, 23 de outubro de 2020

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Via do Infante e N125 os novos radares...

Há uma nova geração de radares que promete não dar descanso aos condutores mais distraídos. A nova tecnologia detecta várias infracções e comunica-as, em tempo real, às autoridades. Chama-se Mesta Fusion e pretende detectar todas infracções num raio de 200 metros, analisando a informação de oito faixas da mesma via em simultâneo. O novo mecanismo está apto para reconhecer as matrículas, analisar as velocidades por tipo de veículo, medir as distâncias de segurança entre os automóveis, detectar a utilização de telemóveis e a falta de cintos de segurança. É constituído por um radar 3D de 24 Ghz, com uma câmara fotográfica de alta resolução (36 megapixéis) e ainda uma segunda câmara ligada a um software específico que analisa o comportamento dos veículos e dos condutores, transmitindo os dados às autoridades em tempo real.

domingo, 4 de outubro de 2020

São Bartolomeu de Mesines: GNR acaba com festa ilegal com 80 pessoas

Uma festa que decorria junto à barragem do Funcho, em São Bartolomeu de Messines (Algarve) e que juntava cerca de 80 pessoas foi interrompida no sábado à tarde pela GNR. A intervenção dos militares aconteceu depois de uma denúncia ter alertado para o barulho que vinha de uma zona isolada perto da barragem. A GNR deteve dois homens e uma mulher, entre os 21 e os 32 anos, por tráfico de estupefacientes e apreendeu 179 doses de haxixe, 13 de cocaína e sete doses de canábis. Os organizadores do evento foram também identificados.

sexta-feira, 2 de outubro de 2020

quinta-feira, 1 de outubro de 2020

Armação de Pêra em Revista

Visite as Grutas

Visite as Grutas
Património Natural

Algarve